> Melninas: por amor, eu fui - texto cruel pra ser lido duas vezes

sábado, 1 de outubro de 2016

por amor, eu fui - texto cruel pra ser lido duas vezes

eu tava mal por sua causa.  quer dizer, achava que era por sua causa. mas ai, soube que você tava mal por outra coisa. e aquilo doeu mais que qualquer mensagem minha que você demorou responder, mais que qualquer noite em que você não me percebeu, mais que qualquer vez em que eu te disse “eu te amo” e você respondeu “obrigado”. saber que você tava mal me doeu mais que qualquer coisa que você me disse ou deixou de dizer.

faz de tudo pra ficar bem, por favor. nenhuma tristeza tua vale a pena. mas tu vale.
e ai que eu percebi que eu te amo. e que a culpa por eu estar mal não é sua e nunca foi. a culpa é minha por esperar que você goste de mim como eu gosto de você. juro que não uso nenhuma das figuras de linguagem que você gosta pra dizer isso. é egoísmo meu esperar que você me ame, pois sei que assim, você estaria abdicando da sua própria felicidade.

então vai, corre atrás de quem tu quer. espero que essa pessoa seja tão linda como você. espero que o signo dela seja touro. e que vocês sejam um pouco menos opostos do que nós. “nós”. é estranho saber que não existirá mais um “nós”. mas vai. espero que seus dias sejam lindos, e que você perca um pouco desse medo de ser feliz.

porque amar é isso. deixar a pessoa livre, deixar a pessoa ser feliz. porque, como a gente gostava: por amor a gente fica, mas por amor, também, a gente vai. eu fui.

porque eu te amo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Os comentários são moderados para ficar mais fácil responder, ok? Vou ficar muito feliz se você comentar ;) Ah, e se você também tiver um blog/site, deixe aqui pra eu visitar :)

Copyright © 2014 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo