> Melninas: Recomeços

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Recomeços

Recomeço. Palavra que todo mundo escuta essa época do ano. Mas essa palavrinha tem significado verdadeiro para apenas algumas pessoas. Pra mim, teve. Recomeçar. Começo do recomeço. Esses termos tem ressoado na minha mente como sinos badalam na cidade na noite de natal. E isso aqui faz parte do meu recomeço. Esse espaço em branco que eu escrevo nesse momento faz parte do meu recomeço. Vocês fazem parte do meu recomeço. Esse momento, é sim, definitivamente, o começo do meu recomeço. E este é começo do post mais sincero que eu já escrevi.



Procurei no dicionário um significado definitivo para "Recomeçar", e aí vai: "começar de novo; retomar, após interrupção; começar a ser, a produzir-se novamente". Creio que o que mais se encaixa pra mim é: retomar, após interrupção; Produzir-se novamente. Foi isso que aconteceu: Fui interrompida. Por muitos meses, achei que estava me encontrando, mas estava me perdendo. Eu me deixei perder. Me deixei ser tirada. Me tirei de mim para que coubessem outras pessoas. Chegou um momento que não me reconheci mais.

Chega de entrelinhas agora, chega de metáforas. Isso foi o que aconteceu: eu me perdi. Esse post agora é como um desabafo e alívio pra mim, pois por muito tempo eu mesma não reconheci e não queria aceitar isso. Mas eu me perdi, perdi minha identidade, perdi minha essência para que coubesse a essência de outra pessoa. Perdi meu amor-próprio. Amei alguém muito mais do que dizia me amar. Por isso eu voltei: eu me perdi, mas meu blog continuou aqui, intacto.

É o que eu disse pra uma amiga esses dias quando decidi me reencontrar, recomeçar. Meu blog ficou do jeitinho que eu deixei. Com minha cara, com meus gostos, com mim mesma inserida nele. Então chegou a hora de eu me reencontrar, e, consequetemente, reencontrar meu blog. Vocês me viram afastada daqui durante meses, e eu me vi afastada do mundo. Passei por coisas que realmente me destruíram e isso foi devastador, causou um furacão aqui.

Mas enxerguei luz ao ver o recomeço. Ver que teria uma chance pra me achar. Ver que aquilo que eu pensava que estava me consumindo, eu poderia parar. Eu teria a chance de parar aquilo. E aqui estou eu: aproveitando essa linda oportunidade que a vida me deu, que Deus me deu. Vocês devem ter entendido do que eu estou falando.
 Não importa onde você parou ou em que momento da vida você cansou. Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo. É renovar as esperanças. Eu pergunto: sofreu muito nesse período? Foi a dor do aprendizado. Chorou muito? Foi a limpeza da alma. Ficou com raiva das pessoas? Foi para perdoá-las. Acreditou que tudo estava perdido? Era o início da tua melhora. - Carlos Drummond de Andrade.
É isso. Eu estou aqui. Dando outra chance a mim mesma. Renovando minhas esperanças. E, dessa vez, eu prometo: eu sou eu e ninguém mais me tirará de mim. Querem saber o que aconteceu pra todas essas coisas? Prepara pra bíblia ai, kkkkk.

 Vocês viram que no começo do ano eu entrei numa escola nova, em tempo integral, com curso técnico, né? Pois bem. Aquele lugar sugou minhas energias de uma forma que nada nunca tinha me deixado dessa forma antes. Eu não tinha mais vontade de nada. Não queria mais sair. Não queria mais escrever. Não queria mais ler. Não queria mais me divertir. Só levava tempo em chorar o dia inteiro. Todo dia.

E pra completar, eu conheci alguém que despertou cada pedaço de insegurança e fragilidade que eu nem sequer sabia que tinha. A mulher forte que eu vinha me tornando cada dia mais foi dando lugar a uma menina insegura, fraca, que chorava por tudo, frágil ao extremo. Eu amei alguém muito mais do que eu dizia me amar. Mas como poderia ser amor, se eu chorava mais do que sorria? A pessoa me sufocava conforme as palavras lhe rasgavam a garganta e via beleza naquilo. Eu comecei a ver também. Isso foi o que aconteceu: eu precisei tanto da pessoa que esqueci de me precisar, primeiramente.

Mas não vou falar mais disso agora, terão muitos textos sobre isso por aí.

Esse post é pra falar do meu recomeço, da minha nova oportunidade. Ainda não estou bem, nem como era antes. Na verdade, acho que nem 10% ainda. Mas estar aqui já é o começo, né? Só vou sossegar quando me encontrar. Eu gostaria de tentar ser eu mesma de novo, e estou procurando-a. Vai dar certo. Vou me encontrar. Vamos recomeçar. Juntos.

Obrigada por tudo. Eu não conseguiria sem vocês.

"Murcharam minhas pétalas e cortaram minhas flores, mas esqueceram que tenho raízes. Brotei de novo" Alyce Tâmara.

Post anterior: por amor, eu fui - texto cruel demais pra ser lido duas vezes
Próximo post: 16 coisas boas que aconteceram em 2016


16 comentários:

  1. Parabens pelo seu recomeço, Mel. Recomeçar é ter muita coragem! Feliz 2017 <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Milena, é ter muita coragem sim. Pra você também <33

      Excluir
  2. Que belo texto, boa partilha!
    Recomeçar nem sempre é mau, pode ser aquilo que estamos mesmo a precisar.
    Já sigo o blog, segue de volta? Beijo :)

    missweetie.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomeçar é tudo que a ggente precisa!! <33

      Excluir
  3. Que texto lindo! Adorei o blog e as fotos! Seguindo aqui!
    Instagram @brunaestiloitgirl
    Blog | Facebook | Twitter | Canal Youtube 
    Beeijos (:

    ResponderExcluir
  4. Amei conhecer seu blog e quero te desejar um 2017 repleto de coisas boas e interessantes, carregado de bons sentimentos que são capazes de te tirar o folego!
    Que você tenha um ótimo recomeço, um novo amanhecer, um novo dia, um novo sol, uma nova historia, com melhores personagens e cheio de sonhos.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  5. Que lindooooo, to na mesma situação que tu sabia? Nossa, inteiramente, a diferença é que to no colegial e em uma escola mais árdua.

    derepentemodaa.blogspot.com

    Que podemos recomeçar e transbordar o nosso eu <3 Amém. Feliz 2017

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então força pra nós, vai dar certo. Já está dando! <3

      Excluir
  6. Que lindo texto!! Amei! Você escreve muito bem!

    https://devaneiosdeinverno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: Os comentários são moderados para ficar mais fácil responder, ok? Vou ficar muito feliz se você comentar ;) Ah, e se você também tiver um blog/site, deixe aqui pra eu visitar :)

Copyright © 2014 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo